29 de dez de 2010

As Histórias do jeito que a gente conta V


As Histórias do jeito que a gente Conta V

O projeto

Este projeto surgiu num processo de angustia que eu sentia, por ter uma prática sócio construtivista interacionista e ainda realizar atividade onde não havia a intencionalidade na construção do saber e na interatividade da criança, apenas o belo pelo belo - era a formatura do grupo de Alfabetização - todos se prepararam os meninos ensaiavam textos feitos por adultos; recebiam anéis escrito A B C , porém já eram leitores e escritores. Isso me angustiava muito eu queria mais... e mais... foi quando, juntamente com a professora Flávia, vimos um trabalho tímido de uma escola sobre a produção de textos de crianças do alfa. Então acendeu aquela luz!!! E criei o ousado projeto: As Histórias do jeito que a gente conta.

4 de dez de 2010

26 de nov de 2010

A Visita do Autor - Literatura Aymará


Conversa com o autor - Dia Inesquecível!

Este foi, realmente, um dia inesquecível que aconteceu na Escola Municipal Bela Vista http://www2.faced.ufba.br/do Lobato no turno vespertino. O autor do livro do Aymará foi nos visitar. Ele , simplesmente estava lá para conversar com todos os alunos da escola sobre todos os seus livros: o amarelo, laranja, verde, vermelho e o azul. Bom! A escola organizou uma estratégia muito legal para recebê-lo de forma com que todos os alunos do turno vespertino pudesse vê-lo. Fizemos uma platéia como acontece no Programa Altas Horas- só que separam,os os alunos de acordo a escolha da turma, para sentar numa mesa como entrevistadores. Foi um momento muito maravilhoso para todos.

25 de nov de 2010

A Criação do Mundo : Conto Africano Escola M Bela Vista do Lobato

 Cultura Afro descendente: Contos Africanos (Raul Lody)


A Lei 10.639, que torna obrigatório o ensino de História da Cultura Africana nos estabelecimentos de ensino fundamental e médio fez sete anos em janeiro de 2010. As Escolas Municipais e Particulares já devem possuir, a uma altura desta, um trabalho vinculado a Cultura afro descendente no ambiente escolar. Cabe ao educador, pedagogos, diretores e gestores adaptarem o seu PPP Projeto Político Pedagógico à este trabalho a fim de validar a Lei e permitir a acessibilidade dos alunos ao estudo de sua própria cultura.

24 de nov de 2010

Projeto Aymará: Livro Azul: DE Quem é a Vez?

A Rede Municipal de Ensino da Cidade do Salvador tem buscado a qualidade através de projetos inovadores e, Cidade Educadora, é um deles.

Através da Cidade Educadora o Projeto AYMARÁ chegou até as salas de aula com suas coleções que vão desde o 1º ao 5º ano. Cada seguimento possui uma cor de livro que comporta dois volumes com duas histórias cada volume.

Sou professora do 3º ano Fundamental I e, portanto, minha turma recebeu a coleção azul com as seguintes histórias:

26 de set de 2010

MÒDULO III - SUJEITO DA CONTEMPORANEIDADE

CORPOS MUTANTES : COMENTÁRIOS / POSICIONAMENTOS /REFLEXÕES


Este espaço está direcionado as reflexões sobre o livro Corpos   Mutantes do Professor Edvaldo Coutto.
O trabalho realizado no III módulo trouxe discussões incríveis sobre a relação ética e estética do corpo com as tecnologias na atualidade. Tivemos aulas incríveis e gostaria de destacar pessoas maravilhosas que contribuiram para nosso crescimento, neste míoduo: Professor edvaldo Couto, Silvana Viladre e Malu.
Apeoveitem este espaço para lerem comentários de textos do livro Corpos Mutantes e , assim realizar a leitura do mesmo, pois vale a pena!

20 de set de 2010

MULTIPLICANDO SABERES



Dividimos o curso em 4 oficinas. A primeira aconteceu na sexta-feira e foi o maior prazer para nós podermos contribuir com o crescimento da equipe e somarmos saberes juntas.
Confira o slide da oficina, o primeiro módulo de estudo que fizemos e as fotos deste primeiro e valoroso momento. Aguardem os próximos encontros, pois estaremos divulgando para todos, afim de que esta iniciativa aconteça em outros espaços, afinal somos autônomos e não precisamos "esperar acontecer, podemos fazer a hora!"

18 de ago de 2010

Dimensões Estruturantes nas TIC


Com base nos processos que tem sido discutido no curso de Especialização em Educação e novas Tecnologias na UFBA em parceria com a Rede Minucipal de Ensino, O Uso das Tic ( tecnologia da educação e comunicação), no âmbito da formação dos educadores para uma prática atrelada ao uso das mesmas com efetividade e interatividade, no que tange as possibilidades que surgem com as redes de colaboração e a inteligência coletiva, integra uma forte componente educativo, orientada para uma práxis pedagógica ativa, com base no desenvolvimento de uma inteligência coletiva enquanto profissionais da contemporaneidade e integrante da cibercultura sendo consumidor responsável e utilizador inteligente das tecnologias disponíveis.

12 de ago de 2010

Resenha Crítica : O que é Virtual?

LÉVY, Pierre. O que é o virtual? . São Paulo, SP: Ed. 34, 1996.

Pierre Lévy é filósofo. Nasceu em 1956, na cidade de Túnis (Tunísia). Realizou seus estudos na França, doutorou-se em Sociologia e em Ciências da Informação e da Comunicação. Lecionou em várias universidades de Paris e Montréal. Atualmente é professor da UQTR (Université du Québec à Trois-Rivières), na cidade de Quebec, Canadá. Presta serviço a vários governos, organismos internacionais e grandes empresas sobre as implicações culturais das novas tecnologias. É autor de uma dezena de obras filosóficas sobre a cultura do mundo virtual e as novas tecnologias.

30 de jun de 2010

2. Trabalho (estudo realizado do texto) - Minha resenha critica


SILVEIRA, Sérgio Amadeu. Convergência digital, diversidade Cultural e esfera pública. In: In.: PRETTO, Nelson De Luca. Além das redes de colaboração. Edufba: Salvador, 2008. P. 31-50

Sérgio Amadeu da Silveira é um sociólogo brasileiro, conhecido por ser considerado divulgador do Software Livre e da Inclusão Digital no Brasil. è doutor em Ciências Políticas pela Universidade de São Paulo e, atualmente, é professor da Universidade Federal de ABC (UFABC). Possui história por ter sido um dos grandes implementadores dos telecentros na América Latina e presidente Nacional de Tecnologia da Informação.

De acordo com o Prof. Dr. Sérgio Amadeu da Silveira e baseado em seus estudos sobre o pensamento de Yochai Beencler(2006) –The Wealth of networks, surge uma nova esfera pública com a internet na sociedade global denominada “esfera pública conectada” e que aparece devido a revolução informacional.

28 de jun de 2010

Intenção e Ação




Quando me refiro a uma educação: das intenções as ações, estou me referindo aos variados caminho que a educação percorre atualmente e que, depende das intenções e ações educativas para alcançar um resultado desejado.
Foi pensando em Phylippe Perrenoud quando diz: (2000, p. 9): "Diferenciar o ensino é fazer com que cada aprendiz vivencie, tão freqüentemente quanto possível, situações fecundadas de aprendizagem". Isso me fez pensar nas várias oportunidades que podemos dar aos indivíduos para chegar a produzir conhecimentos e não só obtê-los como informação. Ao perceber o caminho que se dá ao desenvolvimento de habilidades em um indivíduo para que este possa movimentar seus “savoir-faire” e assim gerar competência, de fato, estamos falando de não apenas um novo olhar na educação, mas uma verdadeira ação no processo educativo formando um ser em sua totalidade e não simplesmente um discente-acadêmico.



Por isso e muito mais, este blogger, vem trazer experiências, ações, discussões e principalmente a intenção de fazer com que todos que nele acesse possa repensar sua prática, adquirir novas potencialidades e trazer suas sugestões para que juntos possamos mobilizar muitos conhecimentos na ação educativa através deste cyberespaço.









20 de jun de 2010

Tecnologias e novas educações






Este espaço está reservado para as minhas produções acadêmicas para a Pós - graduação na UFBA em: TECNOLOGIAS E NOVAS EDUCAÇÕES - MÓDULO 1

1. Trabalho ( estudo realizado do texto )- Minha resenha crítica

BONILLA, Maria Helena. A práxis pedagógica presente e futura e os conceitos de verdade e realidade frente às crises do conhecimento científico no século XX. In.: PRETTO, Nelson De Luca. Tecnologias e Novas Educações. Edufba: Salvador, 2005. p. 70-81.

Maria Helena Silveira Bonilla possui graduação em Ciências, Licenciatura pela Universidade Regional do estado do Rio Grande do Sul (1985); Mestre em educação nas Ciências pela Universidade do Rio Grande do Sul (1997) e Doutorado em Educação pela Universidade Federal da Bahia (2002). Tem história na área de Educação e Tecnologias da Informação e Comunicação com muitos trabalhos interventivos para a inserção das tecnologias nos ambientes educacionais, sobretudo, a formação de educadores e no uso de software livre.

No texto escrito por Bonilla, com o título: “A práxis Pedagógica presente e futura e os conceitos de verdade e realidade frente às crises do conhecimento científico no século XX, ela expõe, de forma pertinente, as transformações sociais que são perceptíveis, hoje, também nos ambientes educacionais de forma impactante ao que se referem aos novos paradigmas frente aos ambientes educacionais, principalmente, no que tange à práxis pedagógica.

É retratado, por Bonilla, no texto, sobre novas idéias nítidas e possíveis de ser observadas paralelamente numa cosmovisão da sociedade Medieval, Moderna e Contemporânea contextualizando filosoficamente as ordens em que estas estão definidas.
A sociedade Medieval era de uma ordem atemporal (infinito-eterna) em que cada ser assumia seu lugar no espaço natural, ordenando-se simplesmente, ao todo e apoiando-se na ordem religiosa e filosófica.

17 de jun de 2010

A Arca de Noé

Este espaço está reservado para várias actividades de intervenção pedagógica, porém mediado com projectos de aprendizagem (projectos de curta duração e que pode culminar apenas na sala de aula pela intenção de atingir um deficit de aprendizagem ou um plano de ensino elaborado). Aqui você vai trocar ideias, expor comentário e divulgar o meu trabalho sendo um multiplicador da prática pedagógica. Estou a disposição para quaisquer comentário ou solicitação de explicações, dúvidas e sugestões.


1º Projeto : A ARCA DE NOÉ




Este Projecto de aprendizagem pode durar quinze dias, um mês ou até mesmo uma unidade. Tudo vai depender da necessidade da turma. Objectivado a criar o sabor pela leitura de poemas e a interpretação dos mesmos, este trabalho pode ocorrer com turmas leitoras ou ainda não leitoras devido a possibilidade do trabalho com pseudoleitura mediante aos poemas e sua musicalidade.


Festa da Colheita 2010

A Festa da Colheita é um evento que ocorre no período Junino por se tratar de uma época em que muitos frutos dão retirados da terra e é, sem dúvida, uma boa oportunidade de agradecer Deus pelas bênçãos recebidas oferecendo a Ele uma grande festa de acção e graça apresentando os frutos de nossa terra. Fundamentado com um projecto inter(trans)disciplinar, a festa da Colheita no Colégio Império teve como tema em 2010 : Colhendo na África do Sul em plena Copa do Mundo. Este evento mobiliza toda a escola num maravilhoso projeto de empreendimento que tem início com um trabalho com embasamento nos conteúdos conceituais durante as informações colhidas e transmitidas nas aulas; em seguida com os conteúdos procedimentais, onde em equipe formadas e apadrinhadas ( com um líder - professor) , os alunos vão em busca de pesquisas e informações dentro do tema proposto e mobilizam habilidades para preparar o grande momento onde mostraram as competências firmadas com o trabalho através dos conteúdos atitudinais, onde todos se reúnem: comunidade escolar, professores, funcionários, equipe de apoio contratada, dirigentes, coordenadores e é claro, todo o corpo de alunos para o grande dia: A festa da Colheita.

6 de jun de 2010

O Uso das TIC'S na Rede Municipal de Ensino

Muitas escolas da Rede Municipal de Ensino de Salvador já possuem laboratório de Informática, porém não é o suficiente para que, realmente, aconteça a inserção das Tecnologias da Informação e Comunicação, sobretudo a Internet na prática Pedagógica. É necessário que aconteça a intencionalidade do educador em mover habilidades para com competência realizar maravilhosos trabalhos já existentes através do PETE e da NTE17, além dos mais variados sites educativos.

No curso da Proinfo Eu e Cristiane amiga em particular e parceira na profissão, estamos a cada dia correndo atrás. Nos escrevemos em dois cursos da PROINFO NTE17 e concluímos os dois. Realizamos vários trabalhos utilizando recursos tecnológicos. Aqui vocês podem deslumbrar um vídeo que fizemos para uma prática através da NTE17 na escola que trabalhamos e alguns slides. Confira!




Este slide eu criei para iniciar uma discussão sobre o mal uso dos laboratórios na escola até a chegada do Curso NTE17. Agora a história é outra...

O menino maluquinho na minha turma

Desenvolvi em 2008 um projeto logo a chegada dos livros de Ziraldo na escola. Com o sucesso do projeto ele contaminou a turma e se tornou inter(trans) disciplinar, pois estava envolvido em tudo o que fazíamos na sala de aula e fora dela. Aqui vocês poderam deslumbrar um pouquinho do que aconteceu, pois o projeto é muito extenso e abrange todas as áreas de conhecimento, bem como o cotidiano escolar. Para todas as áreas existem atividades relacionadas e diretamente ligadas a ação pedagógica. Aqui vocês terão alguns exemplos. O projeto na íntegra pode ser solicitado por email para professores da rede Municipal de Ensino que queira realizar este trabalho.





Alguns planos de ensinos com habilidades que foram construídos para contextualizar a realização deste projeto:

5 de jun de 2010

Educação dos Nossos Filhos!

Fui convidada para realizar um palestra sobre limites das crianças: dizer não e dizer sim. Então, pensei: Temos que entender sobre a educação os nossos filhos. Como a palestra foi na Igreja Tarbernáculos da Fé (igreja evangélica) resolvi fazer uma provocação.

Os Ciclos de Aprensizagem: Um caminho para combater o Fracasso Escolar

III Dia de Curso e os nossos trabalhos já estavam potencializando os próximos dias nas oficinas para a produção dos acompanhamentos de aprendizagem com a construção de habilidades e Competências por especificidade na área de conhecimento e por segmento.
Os professores puderam rever os conceitos sobre habilidades e competência; criarão um quadro para o Plano de Ensino que não foge muito da proposta da Rede Municipal de Ensino de Salvador, porém com considerações muito relevantes...

Construir as Competências Desde a Escola

II Dia de Curso e os professores já estavam maravilhados com o trabalho em realização e com a proposta em estudo do Autor Philippe Perrenoud. Todos "superhipermega" interessados em construir habilidades antes mesmo de percebê-las em sua práxis. Tive que pedi calma ao pessoal, pois é dia de mover os "savoir-faire" (palavras retiradas do livro Construir as competências desde a escola de Perrenoud e que quer dizer os saber inatos + adquiridos = saber ser).
Foram muitas discussões e aprendizados contextualizados! Os professores puderam rever muitas questões de avaliação e reelaborar novas idéias para contextualizar o seu trabalho com base nos conceitos reelaborados, a partir desta proposta.
Bom o slide foi apenas um instrumento na lousa interativa que validou todo o trabalho e que vale conferir!

Formação Continuada 2010 - PEDAGOGIA DIFERENCIADA: DAS INTENÇÕES AS AÇÕES

O Curso de Formação Continuada do Colégio Imperio teve a intencionalidade de provocar e discutir o processo avaliativo, bem como repensar a forma individual do educador avaliar seu aluno. Assim, conhecer o pensamento de Perrenoud sobre habilidades e competências, foi imprescindível para contextuaqlizar todo o trabalho durante a semana Pdagógica de 2010.