5 de jun de 2010

Formação Continuada 2010 - PEDAGOGIA DIFERENCIADA: DAS INTENÇÕES AS AÇÕES

O Curso de Formação Continuada do Colégio Imperio teve a intencionalidade de provocar e discutir o processo avaliativo, bem como repensar a forma individual do educador avaliar seu aluno. Assim, conhecer o pensamento de Perrenoud sobre habilidades e competências, foi imprescindível para contextuaqlizar todo o trabalho durante a semana Pdagógica de 2010.


Objetivado a mexer com os "savoir-faire" da equipe e levar o grupo a desenvover habilidades no planejamento e avaliação, com base no acompanhamento das habilidades e competências dos alunos, este curso com duração de 40 horas capacitou a equipe para esta nova jornada de trabalho.


A primeira discussão com base no livro de Perrenoud : Pedagogia Diferenciada: das intenções as ações. ( confira o slide do curso para este dia.)


5 comentários:

Nego disse...

Ola Lusiane como vai vc? passei pa deixar um abraço... depois analiso teu blog com mais cuidado e esmero... abraços e fé sempre

Frank Negrão

Educação: da Intenção a Ação disse...

Que bom!Este é um espaço para todos que querem conhecer um pouco do meu trabalho na educação e utilizar o material para multiplicar as idéias aqui postadas!
Seja bem vindo!

Fernanda Menezes disse...

Foi de fundamental importância essa formação continuada, pois pudemos repensar a nossa forma de avaliação, analisando o aluno como um todo, mesmo que a análise das partes seja importante no processo avaliativo.Buscando identificar quais as habilidades que os alunos já possuem e quais necessitam de uma maior intervenção.
Foi uma semana maravilhosa , com muitas trocas de conhecimentos e experiências.

Cleidson de Oliveira disse...

Um material, muito interessante, realmente, a avaliação continuada é algo que precisa ser estudado pelos professores no Brasil, pois, ainda estamos presos as formas de avaliação tradicional. Essa apresentação, pelo seu conteúdo, já nos ajuda a perceber o quanto é urgente e importante a efetiva implantação de uma avaliação continuada. Agora, Lusiane, penso que algo que pode ser trabalhado, também, é o uso das tecnologias para enriquecimento das aulas, dizendo de um modo geral, o uso de instrumentos didáticos para tornar o processo de construção, reconstrução, análise e crítica do conhecimento,mais interativo. Também a questão da interdisciplinariedade, a relação da disciplina com os temas transversais, tão discutido nos PCN´s. Digo isso, pois penso que, uma organização e uma elaboração de um projeto de aula focado nos novos recursos e orientações didáticas, pode tornar mais rico o processo da aprendizagem e avaliação continuada.
Que possamos refletir sobre essas questões.
Parabéns pelo Blog e pelos textos apresentados.
Cleidson de Oliveira

vitor disse...

Ao folhear os slides do curso sinto grande pena de não ter participado, mas tenho certeza de que é com esse tipo de discussão que caminhamos no sentido de realizarmos avaliações menos punitivas e mais diagnósticas, espelho das práticas realizadas e bússolas para nossas futuras abordagens.